Saúde

Deputada: município ofereceu R$ 14 mil e está sem médico desde 2009

04/09/2013 - 14:54  

Assista à comissão geral ao vivo.

Representando o PV na comissão geral, a deputada Rosane Ferreira (PR) citou há pouco como exemplo do desinteresse dos médicos brasileiros em trabalhar no interior o município de Tunas, 70 km ao sul de Curitiba, que não conta com médico contratado desde 2009. “A cada semana um profissional diferente chega à cidade, que tem cerca de 6 mil habitantes, atende e recebe por hora de trabalho”, disse Ferreira. A deputada destacou que, apesar de a prefeitura ter oferecido o teto salarial (R$ 14 mil), nenhum profissional se interessou pela vaga.

Ferreira afirmou que o exemplo de Tunas representa a realidade de 45% dos municípios brasileiros, que também possuem menos de 100 mil habitantes. “Não podemos negar o direto das pessoas de ter pelo menos um profissional médico para atendê-las”, completou a deputada, que disse ter aprendido a respeitar a medicina de Cuba ainda quando atuava como enfermeira aplicando vacinas que vinham daquele país.

Reportagem – Murilo Souza
Edição - Patricia Roedel

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.