Trabalho, Previdência e Assistência

Psol defende destaque que retira incidência da DRU sobre contribuições sociais

08/06/2016 - 17:40  

Assista ao vivo

Ao defender o destaque do Psol que retira do texto recém-aprovado a incidência da DRU sobre as contribuições sociais, o líder do partido, deputado Ivan Valente (SP), disse há pouco que DRU deveria se chamar “Desvio das Receitas da União”.

Segundo Valente, é evidente que se pretende dar ao governo federal autonomia para gastar como quiser não 20%, como era antes, mas 30% das receitas da União obtidas com taxas, contribuições sociais e de intervenção sobre o domínio econômico (Cide), que hoje são destinadas, por determinação constitucional ou legal, a órgãos, fundos e despesas específicos.
“E não é só para o atual governo, é para os dois próximos. Isso é pra dar dinheiro pra banqueiro. Quem vai pagar a conta é o aposentado e quem utiliza o serviço publico de saúde. E não adianta o relator vir aqui e dizer que está tudo assegurado”, criticou Valente.

Segundo ele, o que torna a seguridade social superavitária são exatamente as contribuições sociais. “Sabemos que a verba da previdência cairá em mais de 60 bilhões por ano e ainda tem-se a coragem de afirmar que aposentados não serão prejudicados. Isso é para pagar juros da dívida pública e para fazer superávit primário. A CPMF não foi prorrogada por causa disso”, sustentou Valente.

Saiba mais sobre a tramitação de PECs

Reportagem – Murilo Souza
Edição – Mônica Thaty

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.


Íntegra da proposta