Política e Administração Pública

Fábio Ramalho quer independência do Legislativo na condução de reformas

01/02/2019 - 19:37  

Luis Macedo/Câmara dos Deputados
2ª Sessão Preparatória destinada à eleição dos membros da Mesa Diretora da Câmara dos Deputados para o biênio 2019/2020. Candidato à presidência da câmara, dep. Fábio Ramalho (MDB-MG)
Fábio Ramalho quer maior produtividade da Câmara e mais reuniões da Mesa Diretora

O deputado Fábio Ramalho (MDB-MG), candidato avulso à Presidência da Câmara dos Deputados, defendeu a independência do Poder Legislativo na condução de reformas.

Ramalho, que foi o 1º vice-presidente da Câmara na legislatura passada, ressaltou que sua candidatura nasceu dentro da Casa. Ele lembrou que, por ser de origem humilde, muitos pensam que ele não tem condições de ser presidente da Câmara.

“Tenho um compromisso com o Brasil, que precisa de reformas, mas o que eu não irei fazer é o que se vê nesta Casa, com uma ‘panelinha’ de 12 pessoas e portas fechadas”, afirmou.

Ele defendeu maior produtividade da Câmara e mais reuniões da Mesa Diretora, lembrando que houve apenas cinco encontros em 2018, um dos quais para deliberar sobre a perda de mandato de um deputado. O então deputado Paulo Maluf (PP-SP) teve a perda de seu mandato declarada pela Mesa.

“O Brasil clama por mudanças e eu tenho certeza de que, se a gente não escutar as urnas, muitos mais não se reelegerão na próxima legislatura. Devemos ter maior participação das mulheres na Mesa e deveríamos ter reformado os gabinetes em vez da área da mesa de reuniões”, disse Ramalho, defendendo maior participação de todos os deputados.

Reportagem – Eduardo Piovesan
Edição – Pierre Triboli

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.