Segurança

Comissão aprova obrigatoriedade de placas em rodovias sobre exploração sexual de crianças

17/12/2019 - 12:17  

A Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados aprovou proposta que torna obrigatória a afixação de placas ao longo de rodovias federais e nos estabelecimentos ali localizados para advertir os motoristas de que a exploração sexual de crianças é crime. As placas deverão citar o artigo da lei e a pena correspondente.

Arquivo/Câmara dos Deputados
Texto de Gildenemyr prevê campanhas de divulgação em emissoras públicas

A proposta foi aprovada na forma do substitutivo apresentado pelo relator, deputado Gildenemyr (PL-MA), ao texto original do Projeto de Lei 533/11, da deputada Lauriete (PL-ES) e outros que tramitam em conjunto. O relator rejeitou o texto aprovado em 2015 pela Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática.

Pelo parecer aprovado, haverá divulgação, por meio de placas padronizadas ou cartazes de advertência, sobre a criminalização e penas relativas às condutas de exploração sexual de crianças e adolescentes, contendo indicação para noticiar os fatos ilícitos, bem como a tipificação das condutas referentes a turismo sexual.

Além disso, o substitutivo determina que todas as empresas concessionárias de serviços de telecomunicação ou radiodifusão de som ou imagem, públicas e estatais, deverão produzir e divulgar, por conta própria e como serviço público relevante, mensagens ou peças publicitárias educativas com os objetivos semelhantes.

“É realidade inegável para todos que se debruçam sobre a questão do sumiço de crianças que há inúmeros casos de prostituição infantojuvenil”, disse o relator. “No que tange às campanhas, trata-se de competência do Poder Executivo, mas mantenho a indicação como norma geral”, explicou.

O texto altera o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA.

Tramitação
O projeto tramita em caráter conclusivo e ainda será analisado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

 

Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei

Reportagem – Ralph Machado
Edição – Wilson Silveira

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.


Sua opinião sobre: PL 533/2011

Íntegra da proposta