Política e Administração Pública

Foster: TCU melhorou gestão da Petrobras, mas quem descobriu corrupção foi a polícia

26/03/2015 - 11:23   •   Atualizado em 26/03/2015 - 11:23

Assista ao vivo

A ex-presidente da Petrobras Graça Foster disse que os órgãos de controle, como o Tribunal de Contas da União, melhoraram a gestão da estatal, mas acrescentou que a corrupção na empresa foi descoberta pela polícia. “O grande descobridor foi a Polícia Federal, não foram os auditores nem a própria empresa que descobriu”, disse ela, ao responder pergunta do relator da CPI da Petrobras, deputado Luiz Sérgio (PT-RJ).

Ela disse que a Price Waterhouse, empresa de auditoria contratada pela Petrobras, avalizou sem ressalvas as contas da empresa a respeito do primeiro trimestre de 2014. Ela acrescentou que a Price só mudou o parecer depois da divulgação dos depoimentos dos delatores Paulo Roberto Costa e Alberto Youssef.

O deputado Nilson Leitão (PSDB-MT) questionou as perguntas do relator à ex-presidente da empresa a respeito da saúde financeira da Petrobras e do mercado de petróleo mundial. “Estamos aqui para investigar corrupção na Petrobras”, disse o deputado.

O presidente da CPI, deputado Hugo Motta (PMDB-PB), no entanto, respondeu que o relator tem o direito de fazer as perguntas que quiser, pelo tempo que desejar.

Ao responder as perguntas de Luiz Sérgio, Graça Foster disse que o câmbio é, hoje, um dos grande problemas da empresa. “O dólar acima de R$ 3 é muito ruim para a Petrobras”, disse ela.

Essa é a quinta vez que a ex-presidente vem ao Congresso explicar irregularidades na Petrobras.

A CPI está reunida no plenário 2. Há pouco a reunião havia sido suspensa para que os deputados pudessem participar da votação que estava ocorrendo no Plenário da Câmara.

Mais informações a seguir.

Reportagem - Antonio Vital
Edição - Natalia Doederlein

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.