Política e Administração Pública

Ministro do TSE minimiza filas e defende biometria: “sistema seguro”

05/10/2014 - 19:37  

O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Henrique Neves classificou como “normal” o fato de algumas pessoas, em localidades como o Distrito Federal e a Paraíba, terem esperado mais de uma hora na fila para votarem. Na avaliação dele, o aumento do tempo médio de votação provocado pela biometria é compensado pelo ganho em segurança.

Neves citou o exemplo do cidadão que foi preso em Brasília com cinco títulos eleitorais. “Conseguimos evitar que essa pessoa votasse cinco vezes graças à biometria. O sistema nos deu mais segurança inegavelmente”, declarou em entrevista ao vivo à TV Câmara.

O ministro considerou “perto da média” a taxa de abstenção de 21% - cerca de 19 milhões de brasileiros não votaram neste domingo. Ele acrescentou que houve incidentes isolados, que não comprometeram as eleições como um todo.

Da Redação - MO

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.