Política e Administração Pública

Número de ocorrências de crime eleitoral chega a 3.091, segundo boletim do TSE

05/10/2014 - 18:08   •   Atualizado em 05/10/2014 - 18:13

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) atualizou há pouco o boletim de ocorrências de crime eleitoral nestas eleições. O boletim fechado às 16h50 registra 3.091 ocorrências. O anterior apontava 1.662.

O número de prisões passou de 551 para 1.209 – 80 candidatos e 1.129 eleitores. A maior parte das ocorrências envolvendo candidatos foi de divulgação de propaganda eleitoral. Minas Gerais lidera essa estatística. No boletim anterior, era o Rio de Janeiro.

Entre os não candidatos, a maioria das ocorrências se refere a boca de urna, com 749 prisões – 462 não foram presos porque não houve flagrante. O Rio tem o maior número de ocorrências com não candidatos, somando 612, seguido por Minas, com 298.

Urnas substituídas
De acordo com o TSE, das 428,9 mil urnas, 4.416 tiveram que ser substituídas, o que corresponde a 1,02% do total. O índice ultrapassa o 0,72% de substituição das eleições de 2010. Até as 16h18, a votação manual precisou ser adotada em duas seções no país.

Reportagem – Sílvia Mugnatto
Edição – Marcos Rossi
Com informações da Agência Brasil

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.