Segurança

Representante da PRF quer indenização para policiais que atuam em fronteiras

19/03/2013 - 14:08  

Assista ao debate ao vivo

O representante da Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais, Francisco Kossel, defendeu há pouco a valorização dos policiais que atuam em fronteiras. Na comissão geral que debate segurança pública, ele pediu que o Congresso aprove rapidamente o PL 4264/12, do Executivo, que cria indenização para policiais federais, policiais rodoviários federais e auditores da Receita Federal em exercício em localidades fronteiriças.

Kossel destacou, porém, que, para conceder direitos, o Executivo envia projetos de lei; mas quando exclui garantias, o faz por medida provisória (MP). Segundo o debatedor, o governo retirou, por MP, o direito de policiais da União de terem adicional noturno e adicional de periculosidade.

Na visão dele, investir na fronteira é combater o crime nas grandes cidades. “É muito mais coerente coibir crimes na fronteira, antes que cheguem aos centros urbanos”, ressaltou. Kossel citou o exemplo do problema do crack, que, de acordo com ele, tem origem nas fronteiras do Brasil. O palestrante acrescentou que a Polícia Rodoviária tem o mais alto índice de apreensão de drogas dentre todos os órgãos de segurança.

Por sua vez, o presidente da Associação dos Delegados de Polícia do Brasil, Paulo Roberto D’Almeida, pediu que o governo garanta aos policiais salário e outras condições de trabalho adequadas a esse tipo de trabalho. “Queremos trabalhar com tranquilidade”, disse.

Os internautas também podem debater o tema em bate-papo no portal e-Democracia.

Continue acompanhando esta cobertura.

Reportagem – Lara Haje
Edição – Marcelo Oliveira

Tempo real:

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.