Educação, cultura e esportes

Para especialista, estados e União devem garantir piso aos professores

10/04/2012 - 13:11  

O presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), Roberto Franklin de Leão, disse há pouco que estados e municípios, além da União, devem se mobilizar para cumprir a lei que garante o pagamento de um piso salarial nacional para os professores da educação básica (Lei 11.738/08).

Segundo levantamento divulgado no último dia 5 pela CNTE, pelo menos 13 estados ainda não pagam o mínimo previsto em lei, fixado hoje em R$ 1.451,00. Os estados e municípios alegam falta de verbas e pedem mais recursos da União. “A proposta que virou lei é resultado de dois anos de debate no Congresso. Se a lei não é perfeita, precisa ser discutida. Contudo, a norma não saiu do nada e deve ser cumprida”, afirmou.

Leão participou de audiência da Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público, que terminou há pouco.

Reportagem – Carolina Pompeu
Edição – Marcelo Westphalem

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.