Meio ambiente e energia

Projeto anula portaria do governo que libera pesca de camarão por arrasto motorizado no RS

Portaria do Ministério da Agricultura foi editada no ano passado

07/04/2022 - 18:05  

Paulo Sergio/Câmara dos Deputados
Discussão e votação de propostas. Dep. Henrique Fontana PT-RS
Fontana: arrasto compromete a reprodução de espécies marinhas

O Projeto de Decreto Legislativo (PDL) 68/22 anula a decisão do governo federal que autorizou a pesca de camarão na modalidade de arrasto motorizado no mar territorial do Rio Grande do Sul. O mar territorial compreende a faixa de água de até 22 quilômetros a partir do litoral. O texto está sendo analisado pela Câmara dos Deputados.

A autorização para a pesca de arrasto motorizado do camarão está prevista na Portaria 634/22, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, publicada em março deste ano.

Autor do projeto, o deputado Henrique Fontana (PT-RS) alega que a modalidade de arrasto compromete a reprodução de diversas espécies marinhas.

“A pesca de arrasto não recebe este nome à toa. Ao serem jogadas no mar, as redes literalmente arrastam tudo o que encontram pela frente”, explica o autor. “Quando há arrasto, os pescados menores acabam sendo jogados fora. Isso diminui o número de peixes no ambiente e o potencial de eles se desenvolverem, como mostram estudos do Instituto de Oceanografia da Universidade Federal do Rio Grande”, conclui Fontana.

Tramitação
O projeto será analisado pelas comissões de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Reportagem – Murilo Souza
Edição – Ana Chalub

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.


Íntegra da proposta