Direitos Humanos

Projeto tipifica crime de falsa acusação de nazismo

Pela proposta, acusar alguém falsamente de ser nazista será crime punível com reclusão de dois a cinco anos e multa

02/03/2022 - 15:53  

Nilson Bastian /Câmara dos Deputados
Discussão e votação de propostas. Dep. Bia Kicis PSL-DF
Bia Kicis: "Nenhum cidadão pode ser chamado de nazista, nem por humor ou charge"

O Projeto de Lei 254/22 inclui o crime de falsa acusação de nazismo na Lei Caó, que define os crimes resultantes de preconceito de raça ou de cor.

Pela proposta em análise na Câmara dos Deputados, acusar alguém falsamente, por qualquer meio, de ser nazista será crime punível com reclusão de dois a cinco anos e multa.

“Nenhum cidadão pode ser banalmente chamado, nem por humor ou charge, de nazista, como tem sido feito amiúde. É uma imputação gravíssima, incomparável, sem precedentes”, afirma a autora da proposta, deputada Bia Kicis (União-DF).

“Os brasileiros já estão com medo de se manifestar, de dar opinião, de se reunir pacificamente, de pensar diferente e livremente e serem taxados, em massa, para sempre e sem direito de defesa, de nazistas, por apenas divergir do senso comum, da imprensa, dos intelectuais, do politicamente correto, de artistas, dos chamados digital influencers”, acrescenta.

A parlamentar cita como exemplo "evidente dessa realidade" o caso da recente demissão do jornalista Adrilles Jorge, da TV Jovem Pan, acusado de ter feito "uma suposta saudação nazista, ao despedir-se do público, ao final de um debate sobre o tema, no programa Opinião”.

Tramitação
A proposta será analisada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania e depois pelo Plenário.

Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei

Reportagem - Lara Haje
Edição - Ana Chalub

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.


Sua opinião sobre: PL 254/2022

Íntegra da proposta