Política e Administração Pública

DEM questiona Cunha sobre votação de financiamento de campanha

27/05/2015 - 17:05  

Assista ao vivo à sessão do Plenário

O líder do DEM, deputado Mendonça Filho (PE), apresentou questão de ordem pedindo ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha, que reveja decisão de outro questionamento dada ontem quanto à impossibilidade de votação do texto do relator da reforma política (PEC 182/07), deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), sobre o financiamento de campanha.

Na ocasião, Cunha decidiu, com a anuência do relator e do autor da emenda votada ontem, deputado Sergio Souza (PMDB-PR), que a votação dessa emenda prejudicaria o texto do autor com base no acordo de procedimentos das lideranças para o andamento dos trabalhos e no fato de os textos serem semelhantes.

Em resposta, Cunha disse que, na noite de ontem, não tomou decisão alguma porque não houve formalmente uma questão de ordem. Ele esclareceu que o acordo político da ordem de votação das emendas será mantido. “A primeira emenda será sobre doações somente de pessoas físicas. Se ela não for aprovada, será votada aquela sobre financiamento público. Se todas essas e outras apresentadas à Mesa forem rejeitadas, o texto da PEC deverá ser votado porque ele está lá”, afirmou.

Contra a questão de ordem de Mendonça Filho, o deputado Glauber Braga (PSB-RJ) e o líder do PT, deputado Sibá Machado (AC), argumentaram que deveria prevalecer a decisão tomada pelo presidente ontem, de que a votação da emenda que acabou derrotada prejudicaria a votação do texto do relator.

Mais informações a seguir

Reportagem – Eduardo Piovesan
Edição – Pierre Triboli

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.