Saúde

SUS poderá oferecer tratamento multidisciplinar para fibromialgia

18/07/2014 - 13:33  

Sefot
Erika Kokay
Erika Kokay: "Especialistas recomendam atenção multiprofissional para o tratamento da síndrome."

A Câmara dos Deputados analisa o Projeto de Lei 6858/13, da deputada Erika Kokay (PT-DF), que obriga o SUS a oferecer tratamento para pessoas com síndrome de fibromialgia ou fadiga crônica. A proposta garante ao paciente atendimento multidisciplinar (médicos, psicólogos, nutrição e fisioterapia), acesso a exames, assistência farmacêutica e outras terapias.

Segundo a Sociedade Brasileira de Reumatologia, a fibromialgia é uma das doenças reumatológicas mais frequentes. O principal sintoma é a dor difusa e crônica nos músculos e ossos, mas a pessoa pode apresentar ainda fadiga, distúrbios do sono, rigidez matinal e paralisia de extremidades, entre outros.

“Especialistas recomendam atenção multiprofissional para o tratamento da síndrome”, diz a deputada, que participou de audiência pública sobre o tema na Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara sobre o tema, no ano passado.

Tramitação
O projeto será analisado de forma conclusiva pelas comissões de Seguridade Social e Família; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Reportagem – Murilo Souza
Edição – Daniella Cronemberger

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.


Sua opinião sobre: PL 3525/2019

Íntegra da proposta

Mais conteúdo sobre