Política e Administração Pública

Liberação de inibidores de apetite causa polêmica

08/04/2014 - 23:37  

O Projeto de Decreto Legislativo 1123/13, que libera os inibidores de apetite anfepramona, femproporex e mazindol, todos retirados do mercado após uma resolução da Anvisa, causa polêmica entre os deputados.

O deputado Chico Alencar (Psol-RJ) disse que o Plenário precisa de cautela para analisar a questão. “São substâncias de uso questionável, tenho o dever de dizer que é preciso cautela, já que temos vários pareceres contrários a essa medida”, disse.

A deputada Erika Kokay (PT-DF) lembrou que os medicamentos que a Anvisa proibiu já foram banidos em outros países. “Não temos como fazer essa discussão com o Plenário esvaziado como está neste momento”, advertiu.

Decisão técnica
O deputado Henrique Fontana (PT-RS) questionou o fato de o Parlamento estar decidindo qual remédio será ou não permitido no País. “Algum Parlamento do mundo faz isso? Decidir uso de medicamentos? Se alguém questiona o posicionamento técnico da Anvisa, tem de pressionar a Anvisa”, disse. Ele ressaltou que defende o tratamento da obesidade, mas que a liberação de medicamento A ou B não é uma discussão para o Parlamento.

Já o deputado Felipe Bornier (PSD-RJ) defendeu a medida. Ele disse que a proibição foi feita de forma arbitrária pela Anvisa. “A Anvisa não escutou aqueles que tratam da obesidade no País”, criticou.

Bornier afirmou que o Plenário precisa decidir sobre um recurso contra projeto de lei de sua autoria (PL 2431/11) que libera de uma vez por todas a venda dos remédios.

Continue acompanhando a cobertura desta sessão.

Assista ao vivo.

Reportagem – Carol Siqueira
Edição – Pierre Triboli

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.


Sua opinião sobre: PDC 1123/2013

Íntegra da proposta