Segurança

Proposta obriga inclusão de mecanismo de identificação em explosivos

18/12/2012 - 15:22  

Arquivo/ Luiz Cruvinel
Wellington Fagundes
Para Wellington Fagundes, medida facilitará investigação sobre os responsáveis por explosões.

A Câmara analisa o Projeto de Lei 4512/12, do deputado Wellington Fagundes (PR-MT), que obriga os fabricantes e importadores de explosivos a incluírem no material mecanismo de identificação que permaneça intacto após o processo de detonação. O objetivo é facilitar a investigação, com a possibilidade de rastrear o comprador original do produto.

“Com essa providência, uma vez recolhidas amostras do local da explosão, bastará analisá-las para saber a origem do material, facilitando-se assim a investigação sobre os responsáveis por esse crime”, justificou o deputado.

Pelo texto, a marcação pode ser realizada por processos químicos que possibilitem a identificação do lote do explosivo e, consequentemente, do seu comprador. A empresa que descumprir a norma ficará sujeito à multa de no mínimo R$ 10 mil por cada quilo de explosivo não identificado.

Tramitação
A proposta, que tramita em caráter conclusivo, foi apensada ao PL 3667/12, que também trata da identificação de explosivos.

Reportagem - Carol Siqueira
Edição - Juliano Pires

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.


Sua opinião sobre PL 3667/2012

Íntegra da proposta