Segurança

Presidente do Viva Brasil diz que população tem direito de se defender com arma

19/06/2012 - 19:06  

O presidente do Movimento Viva Brasil, Bené Barbosa, afirmou que toda a população tem que ter a chance de se defender de assaltos e outros tipos de violência com o uso de arma de fogo, se assim desejar.

"Se a pessoa tem o porte e usa a arma de forma indevida, tem que pagar por isso. Agora, se alguém vier a morrer porque não teve a chance de se defender, a culpa é de quem o impediu de ter a posse e o porte de armas", disse.

Bené Barbosa rechaçou a afirmação, de pessoas que são contra o uso de armas de fogo, de que as armas não servem para proteção, mas para agressão. "Então a arma da Polícia Legislativa Federal serve para agressão? Ou serve para que esses policiais protejam os deputados e senadores e as pessoas que circulam pelo Congresso Nacional?", questionou.

Ele também criticou os que dizem que o Estatuto do Desarmamento foi um sucesso. "É uma mentira. Os homicídios continuam aumentando em todo o Brasil. Só se descobre a autoria de 8% dos homicídios. Em 92% dos casos, não se sabe quem cometeu o crime. Então não se pode jogar para o cidadão comum a autoria dos homicídios por arma de fogo", afirmou.

Barbosa participa de audiência da Comissão de Segurança Pública sobre cinco projetos que alteram o Estatuto do Desarmamento e autorizam o porte de armas para diversas categorias, como agentes de trânsito e advogados. O debate ocorre no Plenário 6.

Continue acompanhando esta cobertura.

Reportagem - Renata Tôrres/Rádio Câmara
Edição - Daniella Cronemberger

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.