Fatos e Opiniões

50 anos do golpe militar, crédito rural e Petrobras geram polêmica no Plenário

Polêmica e tumulto na sessão da Câmara para debater os 50 anos da ditadura militar. Autora do pedido para realização da sessão, a deputada Luiza Erundina pedia a revisão da Lei da Anistia para punir os responsáveis pelos crimes cometidos durante o regime militar, mas foi interrompida.

O deputado Amir Lando presidia a sessão e tentava acalmar os ânimos. Mas o clima de tensão aumentou quando o deputado Jair Bolsonaro foi à Tribuna para defender o período da ditadura. A reação nas galerias contra e a favor do parlamentar impedia o prosseguimento dos debates.

Houve tensão entre um pequeno grupo de manifestantes que apoiava a ação dos militares e parlamentares que protestavam. Sem condições de continuar os debates, o deputado Amir Lando encerrou a sessão. Vários deputados ficaram impedidos de debater o assunto.

Investigação da Petrobras

As denúncias de propina envolvendo funcionários da Petrobras na compra da refinaria de petróleo em Passadena, nos Estados Unidos, em 2006, custando aos cofres públicos mais de um bilhão de dólares, voltou a ser tema de debate. A oposição insiste na CPI para investigar a denúncia, e a base de apoio ao governo saiu em defesa da empresa.

Crédito rural

Muito debate e obstrução das oposições na votação da medida provisória que faz várias mudanças na legislação tributária. O artigo sobre a prorrogação de dívidas de produtores rurais foi um dos temas mais polêmicos. O artigo foi mantido. As votações da medida provisória foram concluídas. A proposta vai ao Senado.

Fatos e Opiniões

Um programa perfeito para saber em meia hora sobre o debates mais importantes feitos no Plenário da Câmara durante a semana. Este programa dispõe de legenda oculta, na versão exibida na TV Câmara

Estreia: Sexta, às 21h. Reprises: sábado, às 0h, 6h30, às 10h e às 18h30. Domingo, às 11h, às 16h e às 23h30. Segunda, às 1h30 e às 6h30.