Educação, cultura e esportes

Debatedores alertam para a necessidade de recuperar zonas históricas de Brasília

Sessão solene na Câmara homenageou os pioneiros da construção da cidade

30/06/2023 - 19:06  

Myke Sena/Câmara dos Deputados
Homenagem aos (às) pioneiros (as) da Construção de Brasília e Lançamento do livro “Vizinhos do Poder – História e Memória da Vila Planalto”. Dep. Erika Kokay (PT - DF)
Erika Kokay: "A capital da República é muito mais que palácios"

Participantes de sessão solene no Plenário da Câmara dos Deputados alertaram nesta sexta-feira (30) para a necessidade de recuperar locais que compõem o patrimônio histórico e cultural de Brasília. Eles observaram que os atos terroristas à zona central da cidade no dia 8 de janeiro chamaram atenção para a preservação de outros locais de importância histórica, como a Vila Planalto, berço da construção da capital.

O evento homenageou os pioneiros da construção de Brasília, conhecidos como candangos.

Para o arquiteto e professor da Universidade de Brasília (UnB) José Carlos Coutinho, o patrimônio histórico da capital "aos poucos vai desaparecendo" pelo "mal uso" e "desprezo" de pessoas que teriam responsabilidade de preservá-lo.

“Não apenas o patrimônio monumental, mas o patrimônio informal, que é o símbolo da presença daqueles que construíram Brasília no sentido braçal da palavra. Aqueles que suaram o seu suor na construção de Brasília”, frisou Coutinho.

Myke Sena/Câmara dos Deputados
Homenagem aos (às) pioneiros (as) da Construção de Brasília e Lançamento do livro “Vizinhos do Poder – História e Memória da Vila Planalto”. Professor Emérito da Universidade de Brasília, José Carlos Coutinho.
Coutinho teme pelo desaparecimento do patrimônio histórico de Brasília

Núcleo histórico
Entre os locais que merecem atenção do poder público, ele citou a Vila Planalto, que teve sua igreja restaurada após incêndio no início dos anos 2000; a Fazendinha, que serviu de residência de ministros de Estado e atualmente necessita de reformas; e a Vila Metropolitana, junto ao Núcleo Bandeirante.

Para a deputada Erika Kokay (PT-DF), que solicitou o debate, os atentados de 8 de janeiro devem servir de alerta aos gestores de Brasília. "É inadmissível que tenhamos qualquer diminuição no Fundo Constitucional do Distrito Federal porque ele existe para que nós possamos lembrar e financiar a capital da República", disse.

"A capital da República é muito mais que palácios, ela é construída por um povo que está nas dobras da cidade, que está todos os dias movimentando o Distrito Federal, que carrega o seu suor, a sua força e as suas expressões culturais", complementou a parlamentar.

O presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Leandro Grass, falou que o órgão vai apresentar projeto com ênfase na restauração da Fazendinha, além da criação de memorial na zona central da cidade, considerado patrimônio cultura mundial pela Unesco.

"Estamos pensando em uma forma de preservar todo o material sobre as pessoas que fizeram a história de Brasília, na forma de cinemateca, além de um memorial sobre os ataques ocorridos no 8 de janeiro na Praça dos Três Poderes", disse Grass.

Myke Sena/Câmara dos Deputados
Homenagem aos (às) pioneiros (as) da Construção de Brasília e Lançamento do livro “Vizinhos do Poder – História e Memória da Vila Planalto”. Presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional - IPHAN, Leandro Grass.
Leandro Grass: restauração da Vila Planalto e criação de memorial na zona central da cidade

Vila Planalto
Símbolo do início da construção de Brasília, no final dos anos 50, a Vila Planalto está situada entre os três palácios mais importantes da capital, o Alvorada, o Planalto e o Jaburu. Apesar da localização privilegiada, o local é desconhecido por muitos brasilienses e brasileiros, observou a socióloga Leiliane Rebouças.

Para contornar esse esquecimento, Rebouças lançou o livro "Vizinhos do Poder -História de Memória da Vila Planalto”. “Quis registrar a história das pessoas comuns que construíram esta cidade, que muitas vezes ficam relegadas ao esquecimento”, declarou.

Ela relatou que os dois primeiros acampamentos da Vila serviram de base para  construção do primeiro hotel, Brasília Palace, e do Palácio da Alvorada, que comemora 65 anos nesta sexta-feira (30).

YouTube

 

Reportagem - Emanuelle Brasil
Edição - Roberto Seabra

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.