Política e Administração Pública

Projeto amplia recursos para financiamento de equipamentos para pessoa com deficiência

Deputado diz que para evitar a falta de recursos para subsidiar essas operações de crédito, é importante prever outras fontes de receita

07/03/2023 - 13:12  

Pablo Valadares/Câmara dos Deputados
Proposições Remanescentes do Dia Anterior. Dep. Lula da Fonte(PP - PE)
O autor da proposta, deputado Lula da Fonte

O Projeto de Lei 428/23 determina que 0,5% dos dividendos pagos à União por empresas públicas, como a Caixa, e sociedades de economia mista, como o Banco do Brasil, sejam usados para reduzir o custo do financiamento de equipamentos adquiridos por pessoas com deficiência. O texto tramita na Câmara dos Deputados.

Autor do projeto, o deputado Lula da Fonte (PP-PE) explica que a Lei 12.613/12 já prevê financiamentos com redução de taxas de juros e encargos na aquisição de bens e serviços de tecnologia assistiva por pessoas com deficiência.

“Por meio dessa linha de crédito, é possível financiar pelo Banco do Brasil e pela Caixa Econômica Federal cadeiras de rodas, aparelhos auditivos, órteses, próteses, andadores, adaptações em imóvel residencial, entre outros produtos de tecnologia assistiva”, exemplifica o autor.

O deputado, no entanto, argumenta que “para evitar a falta de recursos para subsidiar essas operações de crédito”, é importante prever outras fontes de receita para além dos valores previstos no Orçamento Geral da União.

O crédito facilitado tem os juros subsidiados pelo governo federal e isenção do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) para financiamento de 100% do valor de produtos assistivos.

Tramitação
A proposta ainda será despachada para as comissões da Casa.

Reportagem - Murilo Souza
Edição - Marcia Becker

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.


Sua opinião sobre: PL 428/2023

Íntegra da proposta