Meio ambiente e energia

Comissão de Minas e Energia cancela debate sobre desestatização da Eletrobras

25/05/2021 - 07:51  

Divulgação/Eletrobras
Dois trabalhadores fazem manutenção em linha de transmissão
Eletrobras é responsável por 30% da geração e transmissão de energia no Brasil

A Comissão de Minas e Energia da Câmara dos Deputados cancelou a audiência pública que realizaria nesta terça-feira (25) sobre a desestatização da Eletrobras. A medida provisória (MP 1031/21) que autoriza a venda do controle acionário da União sobre a empresa e suas subsidiárias foi aprovada pelos deputados na última quinta-feira (20) e agora será analisada pelos senadores.

O debate foi proposto pelo deputado Rubens Otoni (PT-GO) e pelas deputadas Joenia Wapichana (REDE-RR) e Marília Arraes (PT-PE), ainda em abril, antes da votação da MP.

Otoni justifica que a Eletrobras é a principal empresa de geração e transmissão de energia do país, com 30% da capacidade instalada. "As recentes privatizações de distribuidoras de energia elétrica no Brasil tiveram sempre dois efeitos colaterais preponderantes: tarifaço e apagão", avalia o deputado. "As populações dos estados de Goiás, Acre, Rondônia, Roraima, Amazonas, Piauí e Alagoas penam com o descaso na prestação de serviço privatizado", completa, lembrando ainda o apagão no Amapá.

O colegiado ainda não marcou nova data para o debate.

Da Redação - MB

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.