Saúde

Proposta exige terapia ECMO em hospitais de campanha para combate à Covid-19

Recursos para a aquisição dos equipamentos e treinamento das equipes virão do Fundo Nacional de Saúde

12/05/2021 - 13:05  

Cleia Viana/Câmara dos Deputados
Dep. Francisco Jr. (PSD - GO)
Francisco Jr.: diante do alto custo da terapia, a proposta é uma quantidade mínima

O Projeto de Lei 1514/21 determina que os hospitais de campanha construídos para pacientes de Covid-19 deverão ter ao menos um equipamento de Oxigenação por Membrana Extracorpórea (ECMO, na sigla em inglês) para atender os casos mais graves. O texto tramita na Câmara dos Deputados.

Pelo texto, os recursos para a aquisição dos equipamentos e treinamento das equipes virão do Fundo Nacional de Saúde (FNS), que concentra as verbas destinadas ao Sistema Único de Saúde (SUS).

O ECMO é um aparelho usado nos casos mais graves de insuficiência respiratória e é recomendado aos pacientes que não respondem à ventilação mecânica tradicional. O preço do equipamento tem sido um obstáculo para a sua disseminação na rede hospitalar pública durante a pandemia.

“Ciente do alto custo da terapia, a proposta apresenta a solução de uma quantidade mínima a ser ofertada e, neste momento da pandemia, apenas nos hospitais de campanha”, disse o deputado Francisco Jr. (PSD-GO), autor do projeto.

Segundo a proposta, nos estados onde houver vários hospitais de campanha caberá ao gestor público escolher a unidade que oferecerá a terapia por ECMO. Os equipamentos serão mantidos nas unidades da federação após a desmobilização dos hospitais.

Tramitação
A proposta tramita em regime de urgência e será analisada diretamente no Plenário da Câmara.

Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei

Reportagem – Janary Júnior
Edição – Cláudia Lemos

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.


Íntegra da proposta