Política e Administração Pública

Perde validade MP que autorizou Ministério da Justiça a prorrogar contratos

17/09/2020 - 15:27  

A Medida Provisória 968/20, que autoriza o Ministério da Justiça e Segurança Pública a prorrogar os contratos temporários de nove servidores, perdeu a validade nesta quinta-feira (17). A matéria não foi votada na Câmara e no Senado e aguarda edição de decreto legislativo até 15 de novembro de 2020.

Geraldo Magela/Agência Senado
Brasília - monumentos e prédios públicos - Palácio da Justiça Ministério da Justiça esplanada dos ministérios
Ministério da Justiça e Segurança Pública, em Brasília

De acordo com a MP, os contratos poderiam ser prorrogados por mais um ano, vencendo no dia 18 de maio de 2021. Os profissionais citados na medida prestam serviço para o ministério desde 2015.

O governo federal argumenta que os servidores são necessários para a operacionalização do Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública, Prisionais, de Rastreabilidade de Armas e Munições, de Material Genético, de Digitais e de Drogas (Sinesp). O sistema integra informações dos estados relativas à segurança pública, como boletins de ocorrência policial, monitoramento de áreas com altos índices de criminalidade, dados de mandados de prisão e cadastros de desaparecidos, entre outros, explica a mensagem que acompanha a MP. Ainda segundo o governo, a equipe também é importante para a implantação do Sistema Único de Segurança Pública (Susp).

O governo argumenta também que a epidemia de Covid-19 impede a realização de concurso público para provimento dessas vagas.

Da Redação - AC
(Com informações da Agência Senado)

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.


Sua opinião sobre: MPV 968/2020

Íntegra da proposta