Economia

Maia defende retomada de projetos que organizem a despesa pública do País

Para presidente da Câmara, se não enfrentar a questão da despesa, Brasil terá "estrangulamento do gasto público" a partir do próximo ano

29/07/2020 - 17:28  

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), defendeu nesta quarta-feira (29) a aprovação de projetos que garantam a âncora fiscal do País e que organizem as despesas públicas. Segundo Maia, é preciso retomar os debates sobre os custos do estado. Para ele, antes de aumentar as receitas com novos impostos, é preciso construir um estado mais moderno e eficiente. Para o presidente da Câmara, é preciso discutir as propostas que restringem o crescimento de gastos e garantam a responsabilidade fiscal do País, como a emenda do teto de gastos.

“A emenda constitucional do teto de gastos é importante. Estamos caminhando para uma situação muito difícil, se não olhar a questão da despesa pública vamos chegar a um problema de estrangulamento do gasto público a partir do próximo ano”, ponderou Maia.

Forças Armadas
Mais cedo, o presidente se reuniu com representantes das Forças Armadas que apresentaram documentos sobre a defasagem de tecnologia e estrutura da instituição. Segundo Maia, o tema precisa ser discutido dentro da estrutura do orçamento público, mas defendeu que esse debate também seja incorporado à necessidade de se reorganizar as despesas públicas.

“Estamos numa situação que precisamos retomar o debate das contas públicas. Cabe ao Parlamento encontrar os caminhos e organizar as despesas” disse.

Reportagem - Luiz Gustavo Xavier
Edição - Roberto Seabra

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.