Economia

Projeto torna cadastro obrigatório para prestadores de serviços turísticos

30/09/2019 - 14:44  

O Projeto de Lei 4339/19 proíbe que prestadores de serviços turísticos (como agências de turismo) não cadastradas no Ministério do Turismo ou com cadastro vencido divulguem ou promovam serviços. A proposta tramita na Câmara dos Deputados.

Vinicius Loures/Câmara dos Deputados
Luiz Lima aponta concorrência injusta de empresas irregulares

De autoria do deputado Luiz Lima (PSL-RJ), o projeto altera a Lei Geral do Turismo. Conforme a proposta, a prestadora de serviço poderá ser multada e ter o local e a atividade interditados até a completa regularização da situação.

Atualmente, todos as empresas do setor são obrigadas a se cadastrar no Ministério do Turismo para oferecer serviços aos consumidores, como pacotes de viagens. O deputado afirma que a lei, porém, não proíbe que elas promovam serviços estando em situação irregular.

“Estabelece-se, assim, injusta concorrência entre empreendimentos regularizados, cumpridores, portanto, das obrigações regulamentares, e empresas que funcionam à margem das normas vigentes”, disse Lima.

Tramitação
O projeto será analisado em caráter conclusivo pelas comissões de Turismo; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

 

Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei

Reportagem - Janary Júnior
Edição - Wilson Silveira

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.


Íntegra da proposta