Meio ambiente e energia

Audiência discute contaminação no rio Tapajós causada por mineradoras

23/04/2019 - 08:27  

A Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara dos Deputados discute nesta tarde os impactos da mineração na região do rio Tapajós, no Pará.

O debate foi pedido pelos deputados do PT, Nilto Tatto (SP), João Daniel (SE) e Patrus Ananias (MG), baseado em reportagem publicada no jornal Brasil de Fato sobre a contaminação por mercúrio na região do Tapajós causada pela mineração de ouro.

De acordo com o neurocirurgião Erik Jennings, ouvido pela reportagem a intoxicação é causada pelo metilmercúrio, que atravessa a membrana celular dos organismos, contaminando algas, peixes e a população ribeirinha.

Um estudo da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa), de autoria da bióloga Heloísa Meneses, e também citado na reportagem, aponta que o solo amazonense é naturalmente composto por mercúrio, mas a intervenção humana, através do garimpo e do desmatamento, causa o desequilíbrio.

Além de Erik Jennings e Heloísa Meneses, foram convidados para discutir o assunto com os integrantes da Comissão de Meio Ambiente:
- o diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Leite Valeixo;
- o presidente do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Eduardo Fortunato Bim; e
- o representante da Associação Indígena Pariri Anderson Painhum Alves.

A audiência será realizada a partir das 14 horas, no plenário 8. O evento será transmitido ao vivo pela internet. Os interessados poderão enviar perguntas, críticas e sugestões aos convidados. Clique no banner abaixo e participe.

Da Redação - ND

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.