Política e Administração Pública

Líder do PT diz que não esperava derrota em primeiro turno

01/02/2015 - 21:16  

O líder do PT, deputado Vicentinho (PT-SP), afirmou que não esperava uma derrota em primeiro turno na eleição para a Presidência da Câmara. O candidato apoiado pelo partido, Arlindo Chinaglia (PT-SP), ficou em segundo lugar na disputa em que venceu Eduardo Cunha (PMDB-RJ). “Não podemos deixar de reconhecer que não tivemos os votos que queríamos”, disse Vicentinho.

Ele também afirmou que espera que a base do governo se recomponha após a eleição. Segundo Vicentinho, o mais importante é manter é o projeto de um governo. “Para reconstruir essa base, é necessário muito diálogo, muita conversa e propostas concretas. Qualquer conversa tem que ser junto com o povo, movimentos sociais, negros e mulheres”, defendeu o parlamentar.

Governabilidade
O líder do PT não acredita que a governabilidade do governo Dilma seja prejudicada, pois, segundo ele, Eduardo Cunha disse que não seria oposição. Sobre a não participação do PT na Mesa Diretora, Vicentinho disse que cumpriu compromissos. “Foi uma decisão nossa, ao fazer o bloco com outros partidos”, afirmou.

Cunha foi eleito com 267 votos, a maioria absoluta dos votantes (513). O deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP) foi o segundo mais votado, com 136 votos. Júlio Delgado (PSB-MG) contou com 100 votos e Chico Alencar (Psol-RJ) teve 8 votos. Houve dois votos em branco.

Mais informações em instantes.

Saiba como é a eleição da Mesa Diretora

Reportagem – Luiz Gustavo Xavier
Edição – Pierre Triboli

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.