Meio ambiente e energia

Câmara designa Chico Mendes patrono do meio ambiente brasileiro

21/08/2013 - 11:25  

Assista ao documentário da TV Câmara "Chico Mendes - Cartas da Floresta"

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania aprovou há pouco proposta que declara o ambientalista Chico Mendes patrono do meio ambiente brasileiro. A medida está no Projeto de Lei 3341/12, da deputada Janete Capiberibe (PSB-AP). “Conhecedor das dificuldades dos povos da floresta desde a mais tenra idade, Chico Mendes logo entendeu que só a organização consciente dos trabalhadores seria capaz de libertá-los dos grilhões históricos da opressão da estrutura fundiária brasileira”, lembrou Capiberibe. O relator, deputado Márcio Macêdo (PT-SE), defendeu a medida.

Chico Mendes foi seringueiro e sindicalista, que denunciava a devastação da floresta amazônica e a expulsão dos seringueiros causada por projetos financiados por bancos internacionais. Levou essas denúncias ao Senado norte-americano, o que levou à suspensão dos financiamentos. Recebeu vários prêmios internacionais, destacando-se o Global 500, oferecido pela ONU.

Recebeu muitas ameaças de morte e as denunciou sistematicamente. Em 1988, foi assassinado com tiros no peito. Chico anunciou que seria morto em razão de sua intensa luta pela preservação da Amazônia e buscou proteção, mas as autoridades e a imprensa não lhe deram atenção.

Tramitação
Como a proposta tramita de forma conclusiva e já havia sido aprovada pela Comissão de Educação e Cultura, ela será enviada ao Senado, a menos que haja recurso para a análise em Plenário.

Reportagem - Carolina Pompeu
Edição - Patricia Roedel

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.


Íntegra da proposta