Relações exteriores

Comissões aprovam requerimentos para apurar denúncias de espionagem

Parlamentares querem ouvir ministros de Estado, embaixador americano, Polícia Federal, Abin e jornalistas.

10/07/2013 - 20:28  

Na Câmara, quatro comissões aprovaram diversos requerimentos entre convites, convocações e pedidos de realização de audiência pública relacionados à denúncia de espionagem de cidadãos e de empresas brasileiras pela Agência de Segurança Nacional dos Estados Unidos. A Comissão Mista de Controle das Atividades de Inteligência aprovou outras quatro propostas de natureza semelhante.

A Comissão de Relações Exteriores aprovou nove requerimentos nesse sentido. Os parlamentares do colegiado querem ouvir o ministro de Estado das Relações Exteriores, Antônio Patriota; o embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Thomas Shannon; os diretores da Polícia Federal, Leandro Coimbra; e da Abin, Wilson Trezza, além dos jornalista Glenn Greenwald e Bob Fernandes. Também foram aprovadas a realização de audiências públicas da comissão e conjuntas.

Na Comissão de Ciência, Tecnologia e Informática foram quatro requerimentos relacionados às denúncias. Além realizar audiência pública sobre o tema, a comissão vai convidar o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo.

A Comissão de Fiscalização Financeira e Controle foi outra comissão que aprovou convite para que os ministros das Relações Exteriores, Antonio Patriota; da Defesa, Celso Amorim; das Comunicações, Paulo Bernardo; e do Gabinete de Segurança Institucional, José Elito Carvalho Siqueira, além do embaixador americano, Thomas Shannon, e de sindicatos de operadoras de telefonia venham à Câmara falar sobre a possibilidade de cidadãos serem espionados pela agência de segurança americana.

Já a Comissão de Defesa do Consumidor aprovou a realização de audiência pública sobre a política de privacidade do Google, e de outras ferramentas de busca, e suas relações as denúncias de espionagem por parte do governo norte-americano e com o Código de Defesa do Consumidor.

A Comissão Mista de Inteligência, composta por deputados e senadores, aprovou convite para que o embaixador Thomas Shannon, o jornalista Bob Fernandes e o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, venham ao Congresso prestar esclarecimentos sobre as denúncias.

Da Redação/RL

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.