Política e Administração Pública

Presidente do Congresso deu ordens para não reprimir manifestação

17/06/2013 - 21:42   •   Atualizado em 18/06/2013 - 00:36

Laycer Tomaz/Câmara dos Deputados
Manifestantes fazem protesto em frente ao Congresso Nacional, em apoio às manifestações em São Paulo
Manifestação em Brasília acompanha o movimento em várias capitais brasileiras.

O presidente do Congresso Nacional, Renan Calheiros, divulgou nota oficial sobre as manifestações.

Na nota, Renan enfatiza o reconhecimento da legitimidade de manifestações democráticas e afirma que deu ordens para que a Polícia Legislativa não reprimisse a manifestação popular “e que em nenhuma hipótese usasse de violência, mantendo apenas a ordem necessária”.

Segundo a nota, o Congresso Nacional continuará aberto às vozes das ruas e recolherá todos os sentimentos das manifestações a fim de encaminhar soluções no que lhe couber, “como não poderia ser diferente em um ambiente democrático”.

Câmara
O presidente em exercício da Câmara dos Deputados, Andre Vargas, também divulgou nota.

Vargas chegou a Brasília após o início das manifestações. Ele se reuniu com o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, e depois chegou à Câmara.

Vargas disse acreditar no bom senso dos manifestantes para que o protesto terminasse de forma pacífica.

Da Reportagem - Regina Céli Assumpção

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.