Economia

Conselho de administração cobra maior alcance de bolsas de estudos

13/12/2012 - 12:15  

O representante do Conselho Regional de Administração do Distrito Federal, Eraldo Ricardo, defendeu na Comissão de Ciência e Tecnologia  a inclusão de outras áreas nas bolsas de estudos concedidas pelo Programa Ciência sem Fronteiras, especialmente em administração, contabilidade e economia. O representante dos trabalhadores em administração argumentou que o incremento da competitividade das empresas depende também do investimento na formação dos gestores. O programa destina bolsas de pós-graduação no exterior com recursos do governo federal e aporte financeiro de entidades privadas.

A questão está sendo discutida em audiência pública da Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática.

O deputado Izalci (PSDB-DF), que preside a sessão, ofereceu parte do seu tempo para a estudante de biblioteconomia da Universidade de Brasília Maria Luiza dos Santos, que fez um relato da sua frustração e também da de outros alunos de diversos cursos, incluindo jornalismo, fisioterapia e enfermagem, cujas áreas que foram excluídas do último edital do programa.

Ela destacou ainda que estudantes que estão investindo em cursos de idiomas há vários meses para se capacitar para uma vaga de intercâmbio não receberam nenhuma explicação sobre a retirada dos cursos do último edital.

A audiência prossegue no plenário 13.

Continue acompanhando esta cobertura.

Reportagem- Daniele Lessa/Rádio Câmara dos Deputados
Edição- Mariana Monteiro

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.