Educação, cultura e esportes

Deputado quer ouvir ministros sobre percentual de verbas para educação

01/12/2011 - 11:27  

O deputado Paulo Rubem Santiago (PDT-PE) disse há pouco que, em conjunto com outros deputados, vai protocolar um pedido de convocação dos ministros da Fazenda, Guido Mantega, e da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, para debater o índice de financiamento da educação previsto no Plano Nacional de Educação (PNE - PL 8035/10).

Segundo Paulo Rubem Santiago, a educação não tem sido priorizada nos últimos anos. “Subfinanciamos a educação porque demos prioridade à dívida pública. Isso é um absurdo. Não vejo motivo para não discutirmos com o governo a tese de que são necessários 10% do PIB para a educação”, disse.

A declaração foi feita durante reunião da comissão especial sobre o PNE, que ocorre neste momento no Plenário 10.

O relatório do PNE será entregue na segunda-feira (5) e apresentado durante reunião na terça-feira. Segundo o relator, deputado Angelo Vanhoni (PT-PR), o prazo é necessário para negociar com a presidente Dilma Rousseff o índice de financiamento da educação que estará na proposta.

O projeto do governo prevê o aumento dos atuais 5% do Produto Interno Bruto (PIB) destinado ao setor para 7% em dez anos. Entidades da sociedade civil pedem 10%. A deputada Fátima Bezerra (PT-RN), que é presidente da Comissão de Educação e Cultura, disse que não aceitará um índice menor que 8%.

Continue acompanhando a cobertura desta reunião.

Reportagem - Carolina Pompeu
Edição - Pierre Triboli

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.


Sua opinião sobre: PL 8035/2010

Íntegra da proposta

Mais conteúdo sobre