Política e Administração Pública

Pregão poderá ser utilizado em licitações para serviços de engenharia

18/11/2011 - 19:22  

Arquivo/ Saulo Cruz
Junji Abe
Abe: o pregão é adequado para serviços de engenharia de pequeno impacto.

Tramita na Câmara o Projeto de Lei 1773/11, do deputado Junji Abe (DEM-SP), que prevê a utilização da modalidade de licitação conhecida como pregão para serviços de engenharia de pequeno impacto. Entre estes serviços, o autor destacou demolição, conserto, reparação, adaptação e manutenção. A proposta altera a Lei 10.520/02, que instituiu o pregão.

O autor argumenta que o pregão revolucionou as compras, promovendo uma economia significativa para a administração pública. “Não há como negar a importância do pregão, e que o mesmo cumpre satisfatoriamente o seu papel na sociedade atual, estando em consonância com os princípios basilares da administração pública, em especial com o da eficiência”, afirma.

De acordo com a atual legislação, o pregão é permitido apenas para a aquisição de “bens e serviços comuns, cujos padrões de desempenho e qualidade possam ser objetivamente definidos pelo edital, por meio de especificações usuais no mercado”.

Tramitação
O projeto tramita em caráter conclusivo e será analisado pelas comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Reportagem – Oscar Telles
Edição – Marcelo Westphalem

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.


Sua opinião sobre: PL 1773/2011

Íntegra da proposta