Agropecuária

Comissão rejeita quebra de patentes de produtos agropecuários

07/10/2011 - 11:13  

Arquivo/ Beto Oliveira
Camilo Cola
Camilo Cola: patentes garantem bom desempenho da agricultura.

A Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio rejeitou na quarta-feira (5) o Projeto de Lei 6899/10, do deputado Beto Faro (PT-PA), que fixa regras para retaliação comercial aplicada pelo Brasil a outros países, quando autorizada pela Organização Mundial do Comércio (OMC).

Conforme a proposta, em caso de descumprimento de acordos comerciais relativos a produtos agropecuários, a retaliação deverá priorizar a quebra de patentes de cultivares ou variedades vegetais.

O relator, deputado Camilo Cola (PMDB-ES), avaliou que a proposta poderia acarretar efeitos nocivos ao progresso tecnológico da agricultura brasileira. “Entendemos que o excelente desempenho da agricultura brasileira deve ser preservado, inclusive por meio da manutenção dos direitos decorrentes de pesquisas, desenvolvimento e inovação de sementes e cultivares, motivo pelo qual consideramos não ser adequada a iniciativa proposta pelo projeto”, disse.

Tramitação
O projeto foi aprovado pela Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural e ainda será analisado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania. Depois, seguirá para o Plenário.

Reportagem – Murilo Souza
Edição – Wilson Silveira

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.


Íntegra da proposta