Segurança

Número de embarcações na Amazônia pode chegar a 200 mil

13/09/2011 - 21:10  

O comandante do 4° Distrito Naval, que abrange AP, PA, PI e parte de MA, Almirante Rodrigo Hônkis, informou que estão oficialmente registradas na região cerca de 40 mil embarcações. O número real, no entanto, pode chegar ao quíntuplo desse número, se for considerado o transporte em barcos clandestinos.

Apesar disso, ele apontou redução nos números de acidentes navais e de vítimas fatais nos últimos anos. Ele destacou ainda as ações da Marinha para a conscientização dos ribeirinhos e de regularização dos barcos a fim de acabar com os casos de escalpamento na região

Já o comandante do 9º Distrito Naval, que engloba AM, AC, RR e RO, admitiu que as principais causas de acidentes nas embarcações são "imperícia, imprudência e negligência" dos condutores. Para reverter esse quadro, a Marinha tem investido gradualmente nos cursos de capacitação dos aquaviários. Outra dificuldade no enfrentamento do problema está nas características sociais dos ribeirinhos: a maioria é de pouca instrução, baixo poder aquisitivo e desconhecimento das regras de navegação.

Ações da PF
Por sua vez, o chefe do serviço de segurança marítima da Polícia Federal (PF), Geraldo Scarpallini, destacou que as ações da PF na região se concentram mais no combate aos tráficos de drogas e de armas e aos crimes ambientais.

Ele citou, por exemplo, a Operação Sentinela, na qual 302 policiais federais estiveram envolvidos no combate ao tráfico nas fronteiras; e a Operação Defesa da Vida (ex-operação Arco do Fogo), em parceria com Ibama e ICMBio, no combate aos crimes ambientais, sobretudo a exploração ilegal de madeira.

Além das ações concretas de combate à violência, o secretário de Segurança Pública do Pará, Luiz Fernandes Rocha, frisou que o governo estadual também investe em políticas públicas para evitar a entrada dos ribeirinhos na marginalidade. Como solução dos problemas, ele também acredita na eficácia dos planos regionalizados de segurança, já em curso, e na Estratégia Nacional de Fronteira, elaborada pelas Forças Armadas.

Reportagem – José Carlos Oliveira/Rádio Câmara
Edição – Newton Araújo

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.