Relações exteriores

Comissão aprova acordo com Zimbábue sobre dependente de diplomata

19/05/2011 - 10:32  

Lula Lopes
Fábio Souto
Fábio Souto: acordo facilita adaptação das famílias de diplomatas.

A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional aprovou na quarta-feira (18) o acordo entre Brasil e Zimbábue para o exercício de atividade remunerada por parte de dependentes do pessoal diplomático, consular, militar, administrativo e técnico de cada um dos países.

O texto foi assinado em Brasília, em novembro de 2010, e enviado à Câmara na forma de uma mensagem do Poder Executivo (MSC 22/11). O acordo tramitará como Projeto de Decreto Legislativo 223/11, de autoria da comissão.

O relator, deputado Fábio Souto (DEM-BA), recomendou a aprovação da proposta. Ele disse que essa espécie de acordo é de uso generalizado entre os países e visa a otimizar o funcionamento do serviço exterior, dando melhores condições de adaptação à vida no país estrangeiro às famílias dos funcionários que os acompanham.

“A proliferação dos acordos que visam à autorização de atividade remunerada aos dependentes dos referidos funcionários decorre, também, de reivindicação desses funcionários e de seus familiares, haja vista que os cônjuges e filhos do servidor designado para o cumprimento de missão no exterior relutam em abrir mão de seus interesses profissionais, financeiros e de trabalho”, afirmou.

Tramitação
Antes de ir a Plenário, a proposta será examinada pelas comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Reportagem – Oscar Telles
Edição – Pierre Triboli

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.


Sua opinião sobre: MSC 22/2011

Íntegra da proposta