Economia

Cobrança de diária em hotel por hora utilizada será arquivada

Relator argumentou que a medida poderia encarecer as diárias de hotéis e pousadas.

18/03/2010 - 16:05  

Edson Santos
Carlos Sampaio: a medida poderia encarecer as diárias dos hotéis.

A Comissão de Defesa do Consumidor rejeitou na quarta-feira (17) o Projeto de Lei 1028/07, do deputado Flávio Bezerra (PMDB-CE), que obriga os hotéis a cobrar a diária com base no número de horas de permanência do hóspede – prática já usada em motéis. A votação seguiu o parecer do relator, deputado Carlos Sampaio (PSDB-SP).

A proposta também foi rejeitada na comissão anterior, de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio. Como eram as únicas a analisar o mérito, o projeto será arquivado, a menos que haja recurso para que seja votado pelo Plenário.

Para o relator, o projeto poderia encarecer as diárias de hotéis e pousadas, uma vez que estes estabelecimentos não contariam mais com a certeza de que o hóspede pagaria a diária integral. Além disso, Sampaio afirmou que os hotéis não estão impedidos de oferecer formas alternativas de cobrança.

Ele citou o caso das tarifas “early check-in”, quando o hóspede entra no hotel antes que a diária se inicie e é dispensado do pagamento do acréscimo. Sampaio disse também que a mudança proposta implicaria colocar a rede hoteleira do País “na contramão das normas praticadas no mundo”, afetando o turismo.

Reportagem - Janary Júnior
Edição - Regina Céli Assumpção

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.


Íntegra da proposta