Educação, cultura e esportes

Projeto reduz custo de cartório para grêmio estudantil

27/01/2009 - 18:45  

A Câmara analisa o Projeto de Lei 4330/08, do deputado Tadeu Filippelli (PMDB-DF), que limita os valores cobrados pelos cartórios no registro civil de caixas escolares, grêmios estudantis e associações de pais e mestres.

Pela proposta, os valores exigidos para inscrição, registro, arquivamento de documentos e anotação devem ser, no máximo, a metade daqueles fixados para outras entidades sem fins econômicos. O deputado argumenta que, em vários estados, esses valores são considerados elevados.

Filippelli lembra que a Lei 10.169/00, sobre a cobrança por serviços notariais e de registro, determina que, no caso de entidades sem caráter financeiro, devem ser levados em conta a natureza pública e o aspecto social dos serviços, além das peculiaridades socioeconômicas de cada região.

Tramitação
A proposta, que tramita em caráter conclusivo, será apreciada pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ).

Notícias anteriores:
Registro gratuito de posse pode ser estendido a todo o País
Governo levanta dados para propor reforma dos cartórios
Projeto dispensa taxa de registro de alienação de carros

Reportagem - Cid Queiroz
Edição - Maristela Sant´Ana

(Reprodução autorizada desde que contenha a assinatura `Agência Câmara`)
Agência Câmara
Tel. (61) 3216.1851/3216.1852
Fax. (61) 3216.1856
E-mail:agencia@camara.gov.br

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.


Sua opinião sobre: PL 4330/2008

Íntegra da proposta