Rádio Câmara

Samba da Minha Terra

Riachão, 100 anos

Riachão, 100 anos

14/11/2021 - 12h00

  • Riachão, 100 anos - versão em bloco único

  • Riachão, 100 anos - Bloco 1

  • Riachão, 100 anos - Bloco 2

Samba da Minha Terra celebra o centenário de nascimento de mestre Riachão. Clementino Rodrigues está na lista dos ícones do samba de raiz da Bahia. Ele nasceu em 14 de novembro de 1921, no bairro do Garcia, área central de Salvador. Em versos e batuques populares, Riachão retratou o cotidiano do seu povo, debochou da ditadura militar e viveu 98 anos muito bem vividos, até nos deixar em 2020. A carreira de cantor e compositor foi inicialmente impulsionada pela “Era do Rádio” em Salvador e, depois, pelo reconhecimento de ases do samba e da MPB, como Dona Ivone Lara, Caetano Veloso, Gilberto Gil e Carlinhos Brown. Um dos álbuns mais cultuados de Riachão, “Humanenochum”, chegou a ser indicado ao Prêmio Grammy Latino. E, se não bastasse, Riachão também se enveredou nas artes cênicas, atuando em filmes famosos.

MÚSICAS

Camisa molhada (Riachão), idem
Retrato da Bahia (Riachão), com Riachão e Claudete Macedo
Vá morar com o diabo (Riachão), idem
Os bichos, Baleia da Sé e Tartaruga 70 (Riachão), idem
Parabéns (Riachão), idem
Chô chuá, cada macaco no seu galho (Riachão), idem
Mundão de ouro (Riachão), idem
Bochecha grande (Riachão), idem
O apito “zuou” (Riachão), idem
Até amanhã (Riachão), com Riachão e Dona Ivone Lara
Vá morar com o diabo (Riachão), com Riachão e Caetano Veloso
Somente ela (Riachão), com Riachão, J. Velloso e Paquito
Pitada de tabaco (Riachão), com Riachão e Carlinhos Brown
Choro n° 1 (Riachão), com Riachão e Armandinho Macedo
Menino de rua (Riachão), idem
Valdineia (Riachão), idem
Quase que eu fico lá (Riachão), idem
Eu vou chegando (Riachão), idem

Sonoplastia - Tony Ribeiro
Apresentação e pesquisa - José Carlos Oliveira

Acompanhe a riqueza poética e melódica do ritmo mais popular do Brasil. Quadros especiais destacam as letras mais requintadas, inovadoras ou significativas, as entrevistas históricas e os espaços dedicados ao samba em todo o país.

Domingo, às 12h, e quinta, à 0h

TODAS AS EDIÇÕES