Rádio Câmara

Salão Verde

Agonia pantaneira

Agonia pantaneira

28/09/2020 - 12h00

Maior planície alagável do mundo, o Pantanal agoniza: a água secou, a vegetação queimou, o ar foi tomado de fumaça, os animais entraram na onda do “salve-se quem puder” e a vida humana padece sufocada em plena pandemia de covid-19. Salão Verde traz as evidências científicas quanto à combinação de mudanças climáticas e de ação humana na origem desse drama. Seca prolongada e falta de chuva já eram registradas desde 2019. A Polícia Federal investiga a suspeita de fogo criminoso em algumas fazendas. Devastação na nascente do Rio Paraguai, no Mato Grosso; assoreamento do Rio Taquari (um dos maiores acidentes ambientais no bioma, em 2017); avanço de hidrelétricas e agronegócio nas regiões de planalto; e aumento das pastagens na planície podem ter ajudado a alimentar as chamas que têm ferido o Pantanal, patrimônio da humanidade e reserva da biosfera, segundo a ONU, e patrimônio nacional, reconhecido pela Constituição Federal. Deputados visitaram o bioma e sugerem ações imediatas e permanentes.

Pontos de vista nesta edição: Coronel Ângelo Rabelo, diretor do Instituto do Homem Pantaneiro e criador da Polícia Florestal do Mato Grosso do Sul; Ane Alencar, geógrafa e doutora em conservação de recursos florestais pela Universidade da Flórida; Cláudio Ângelo, coordenador do Observatório do Clima; Márcio Yule, coordenador do Prev-Fogo-MS, Centro de Combate aos Incêndios Florestais do Mato Grosso do Sul; Cristina Neves, gerente do Sesc Pantanal (RPPN, reserva particular do patrimônio natural, amparada pela Lei das Unidades de Conservação); e deputados Professora Rosa Neide (PT-MT), Rodrigo Agostinho (PSB-SP), Dr. Leonardo (Solidariedade-MT) e Nilto Tatto (PT-SP).

Produção – Lucélia Cristina
Edição e apresentação – José Carlos Oliveira

Semanalmente, o programa traz conteúdo variado de entrevistas, matérias especiais e debates que aprofundam temas sobre a sustentabilidade no Brasil e no mundo. Quadros especiais destacam dicas para um meio ambiente equilibrado e novidades científicas sobre a dinâmica do planeta e da natureza.

Segunda e sexta às 12h