Rádio Câmara

Primeiros Parágrafos

Guerra Conjugal, de Dalton Trevisan

  • Guerra Conjugal, de Dalton Trevisan

"João era casado com Maria e moravam em barraco de duas peças no Juvevê; a rua de lama, ele não queria que a dona molhasse os pezinhos. O defeito de João ser bom demais - dava tudo o que ela pedia.

Garçom do Buraco do Tatu, trabalhava até horas mortas; uma noite voltou mais cedo, as duas filhas sozinhas, a menor com febre. João trouxe água com açúcar e, assim que ela dormiu, foi espreitar na esquina. Maria chegava abraçada a outro homem, despedia-se com beijo na boca. Investiu furioso, correu o amante. De joelho a mulher anunciou o fruto do ventre".

Narração - Luiz Cláudio Canuto

As frases iniciais de grandes obras da literatura nacional e internacional.

Diariamente, ao longo da programação

MAIS CONTEÚDO SOBRE