Rádio Câmara

Reportagem Especial

Belo Horizonte cria parques para preservar nascentes (03'35'')

  • Belo Horizonte cria parques para preservar nascentes (03'35'')

Desde o início dos anos 90, a cidade de Belo Horizonte tem se preocupado com a qualidade de suas nascentes e cursos dágua, na grande maioria degradados pela poluição e pela invasão das margens.

Em 2001, foi lançado o Programa de Recuperação Ambiental de Belo Horizonte/DRENURBS. O objetivo do programa é recuperar as nascentes e melhorar a qualidade de vida da população que vive próxima aos cursos dágua.

O cenário anterior ao projeto era desolador: os cursos dágua eram verdadeiros esgotos a céu aberto, com insetos e animais que levavam doenças à população.

A Assessora Técnica Especializada da prefeitura de Belo Horizonte, Gina Beatriz Rende, explica como é realizado o projeto.

"Nós já fizemos 3 grandes intervenções, que foram transformadas as áreas principais em parques, áreas de nascentes, entregues à população, mas a nossa meta é fazer isso em todos os rios e córregos da cidade. Então são vários ainda para serem trabalhados."

Gina diz que muitos parques receberam bacias de contenção para ajudar na época de cheias. Ela explica que o trabalho tem a intenção de garantir que a drenagem urbana não se confunda mais com esgoto e que os rios sejam devolvidos limpos à população.

Paulo Carvalho de Freitas, encarregado de elétrica e morador do entorno do Parque Primeiro de Maio, em Belo Horizonte, se encanta com as mudanças promovidas pelo projeto Drenurbs.

Ele fica maravilhado com o parque criado pelo projeto.

"Tem 3 parques que foram feitos: o Baleares, o 1º de Maio e Nossa Senhora da Piedade, já dentro desse programa. São três parques lindíssimos, maravilhosos, são áreas que estavam cheias de lixo, de coisa ruim, e a população ao redor sofrendo com isso. Mas agora com essas três áreas recuperadas, a população melhorou de vida, o ar melhorou, o ambiente ficou ótimo."

Paulo Carvalho de Freitas enumera as vantagens do Parque Primeiro de Maio, que fica próximo à casa dele. O parque tem pista de caminhada, quadras poliesportivas, parque infantil, anfiteatro e praça.

"Você tem uma área que tem minas, árvores, até árvores em extinção, pássaros. Peixes, tinha larva nadando no meio do esgoto. Peixes. A nascente estava sofrendo com isso, agora recuperou tudo. A gente está podendo ver os peixinhos nadando nas nascentes, no lago que a nascente formou. Fizeram um lago lindíssimo com as nascentes. Você vê a água brotar da terra, fantástico."

A população em volta dos parques criados é carente: no Parque Primeiro de Maio, por exemplo, a renda média dos chefes de família é menos de dois salários mínimos.

Em Belo Horizonte, existem cerca de 673km de cursos dágua, sendo que 26% estão revestidos com concreto armado, ou seja, canalizados.

De Brasília, Adriana Magalhães.

A abordagem em profundidade de temas relacionados ao dia a dia da sociedade e do Congresso Nacional.

De segunda a sexta, às 3h, 7h40 - dentro do programa Painel Eletrônico - e 23h

facebook twitter spotify podcasts apple rss

Todas as Edições