Rádio Câmara

Salão Verde

Desertificação no Brasil e alerta global de seca

Desertificação no Brasil e alerta global de seca

24/06/2024 - 12h00

  • Desertificação no Brasil e alerta global de seca

Salão Verde mostra o avanço da desertificação no Brasil e o alerta da ONU sobre seca em escala planetária. Entre o norte da Bahia e o Sul de Pernambuco, 6 mil km2 saíram de clima semiárido para árido, típico de desertos, segundo cientistas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Ao todo, 38 milhões de brasileiros vivem em áreas suscetíveis à desertificação. O Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (CEMADEN) também constata transformação do clima subúmido seco em semiárido em áreas do Pantanal, no Mato Grosso do Sul, e do norte do estado do Rio de Janeiro. Em 2023, uma em cada quatro pessoas em todo o mundo foi afetada pelos eventos extremos de seca, com alta de 29% em relação ao ano 2000, segundo a ONU. O programa traz ações de governo, Parlamento e sociedade civil no enfrentamento desses problemas, que também serão debatidos na COP-16 da Desertificação, prevista para dezembro na Arábia Saudita. O quadro “Tá lá na Lei” apresenta o principal instrumento legal (Lei 13.153/15) de mitigação dos efeitos da seca no país.

Pontos de vista nessa edição: Ibrahim Thiaw, secretário executivo da Convenção da ONU de Combate à Desertificação (UNCCD); Alexandre Pires, diretor do Departamento de Combate à Desertificação do Ministério do Meio Ambiente; Inácio Arruda, ex-deputado, ex-senador e autor da Lei de Combate à Desertificação; Rafael Neves, dirigente da Articulação do Semiárido Brasileiro (ASA); e deputado Fernando Mineiro (PT-RN).

Produção - Lucélia Cristina e Cristiane Baker
Edição e apresentação - José Carlos Oliveira

Semanalmente, o programa traz conteúdo variado de entrevistas, matérias especiais e debates que aprofundam temas sobre a sustentabilidade no Brasil e no mundo. Quadros especiais destacam dicas para um meio ambiente equilibrado e novidades científicas sobre a dinâmica do planeta e da natureza.

Em 4 horários: segunda, 12h e 22h45; terça, 6h; e sexta, 12h.