Rádio Câmara

Samba da Minha Terra

A longevidade dos Demônios da Garoa

A longevidade dos Demônios da Garoa

02/06/2024 - 12h00

  • A longevidade dos Demônios da Garoa - versão em bloco único

  • A longevidade dos Demônios da Garoa - Bloco 1

  • A longevidade dos Demônios da Garoa - Bloco 2

Samba da Minha Terra resgata os mais de 80 anos do inconfundível sotaque paulistano dos Demônios da Garoa. O grupo surgiu na Mooca em 1943, em plena “era do rádio”; ganhou upgrade a partir da parceria com mestre Adoniran Barbosa; e se transformou em ícone do samba de São Paulo, também dando voz a mestres dos portes de Geraldo Filme e Paulo Vanzolini. Se não bastasse, os Demônios da Garoa souberam cantar clássicos de outras escolas do samba de raiz, como a do carioca Zé Keti e a do mineiro Ataulfo Alves. Lançaram 76 discos, venderam mais de 30 milhões de cópias e fizeram cerca de 11 mil shows. Mas estão no Guinness Book, o livro dos recordes, por outro mérito: é o grupo musical mais antigo ainda em atividade na América Latina. E você vai conferir que a longevidade mantém fidelidade ao velho e bom samba de raiz.

MÚSICAS

Vem cantar comigo (Tubarão), com Demônios da Garoa
Vai no Bixiga pra ver (Geraldo Filme), com Demônios da Garoa
Você abusou (Antônio Carlos e Jocafi), com Demônios da Garoa
Seu querer (Bembeco e Silvio Mury), com Demônios da Garoa
Samba do Arnesto (Adoniran Barbosa e Alocin), com Demônios da Garoa
Samba italiano (Adoniran Barbosa), com Demônios da Garoa
Trem das 11 (Adoniran Barbosa), com Demônios da Garoa
Tiro ao Álvaro (Adoniran Barbosa e Oswaldo Moles), com Demônios da Garoa
A voz do morro (Zé Keti), com Demônios da Garoa
Pot-pourri: Laranja Madura (Ataulfo Alves); Na cadência do samba (Ataulfo Alves e Paulo Gesta); Você passa, eu acho graça (Ataulfo Alves e Carlos Imperial); Ai, que saudades da Amélia, Atire a primeira pedra e Leva meu samba/Mensageiro (Ataulfo Alves e Mário Lago), com Demônios da Garoa
Cantor e poeta (Fátima Leão), com Demônios da Garoa
Saudosa maloca (Adoniran Barbosa), com Demônios da Garoa
Abrigo de vagabundo (Adoniran Barbosa), com Demônios da Garoa e Zeca Pagodinho
Maloca dos meus amores (Albert Gomes), com Demônios da Garoa
Barracão (Ary Carvalho e Ary Borges), com Demônios da Garoa
Ói nóis aqui traveis (Joseval Peixoto e Geraldo Blota), com Demônios da Garoa
Volta por cima (Paulo Vanzolini), com Demônios da Garoa
Amor de trapo e farrapo (Paulo Vanzolini), com Demônios da Garoa

Sonoplastia - Indalécio Wanderley
Apresentação e pesquisa - José Carlos Oliveira

Acompanhe a riqueza poética e melódica do ritmo mais popular do Brasil. Quadros especiais destacam as letras mais requintadas, inovadoras ou significativas, as entrevistas históricas e os espaços dedicados ao samba em todo o país.

Domingo, às 12h, e quinta, à 0h