Rádio Câmara

Samba da Minha Terra

Metalinguagem do samba e do programa

Metalinguagem do samba e do programa

07/04/2024 - 12h00

  • Metalinguagem do samba e do programa - versão em bloco único

  • Metalinguagem do samba e do programa - Bloco 1

  • Metalinguagem do samba e do programa - Bloco 2

Samba da Minha Terra mergulha na metalinguagem, ou seja, a arte que fala dela mesma. Nesta edição, poetas e cronistas sambistas vão usar o próprio samba para mostrar as inspirações, os processos criativos e as temáticas preferidas. É o metassamba. Aproveitando o mote, também haverá um pouquinho de metaprograma, com homenagem ao poeta Eudoro Augusto, que nos deixou em fevereiro, aos 80 anos. Eudoro criou o programa Samba da Minha Terra há mais de 20 anos, na Rádio Câmara. No quadro “Terreiro de bambas”, a homenagem vai para o sonoplasta Tony Ribeiro, que, depois de quase 300 edições de trabalhos técnicos e parceria no programa, encara outros voos na nova profissão de jornalista, conquistada com a primeira e orgulhosa graduação universitária, aos 50 anos de idade.

MÚSICAS

Consagração (Wanderley Monteiro), idem
Peregrino (Noca da Portela), com Paulinho da Viola
Poder da criação (João Nogueira e Paulo César Pinheiro), com João Nogueira
Quando bate uma saudade (Paulinho da Viola), idem
Nasci pra sonhar e cantar (Dona Ivone Lara e Delcio Carvalho), com Dona Ivone Lara
O samba é meu dom (Wilson das Neves e Paulo César Pinheiro), com Fabiana Cozza
Tristeza pé no chão (Armando Fernandes), com Nilze Carvalho e grupo Sururu na Roda
Viver (Candeia), com Teresa Cristina
Cravo e ferradura (Aldir Blanc, Cristóvão Bastos e Clarissa Grova), com Clarissa Grova
Obsessão (Mano Décio da Viola e Osório Lima), com Velha Guarda do Império Serrano
O samba da minha terra (Dorival Caymmi), idem
Quem é de sambar (Sombrinha e Marquinho), com Beth Carvalho
Apoteose ao samba (Silas de Oliveira e Mano Décio da Viola), com Jamelão
Receita de samba (Jacob do Bandolim), idem

Sonoplastia – Indalécio Wanderley
Apresentação e pesquisa – José Carlos Oliveira

Acompanhe a riqueza poética e melódica do ritmo mais popular do Brasil. Quadros especiais destacam as letras mais requintadas, inovadoras ou significativas, as entrevistas históricas e os espaços dedicados ao samba em todo o país.

Domingo, às 12h, e quinta, à 0h

TODAS AS EDIÇÕES