Comissão obriga lojas a divulgarem prazo de validade em promoções

28/09/2009 - 14:34  

A Comissão de Defesa do Consumidor aprovou, na quarta-feira (23), a obrigatoriedade de os estabelecimentos comerciais divulgarem, de forma clara e legível, o prazo de validade dos produtos colocados em promoção.

Pelo texto aprovado, a informação deve ser colocada em cartazes ao lado dos produtos e, se houver datas diferentes de validade para cada item, todas devem ser divulgadas.

A medida foi proposta pelo deputado Eliene Lima (PP-MT) no Projeto de Lei 5257/09, que recebeu parecer favorável da relatora, deputada Ana Arraes (PSB-PE).

Sem impacto no preço
A deputada socialista considera a colocação desses cartazes uma medida "eficaz" na defesa do consumidor, além de ser de "fácil implementação e de baixíssimo custo", não devendo ter impacto no preço final do produto ao consumidor.

"É necessário estabelecer regulamentação detalhada sobre a matéria, tendo em vista as novas e maliciosas práticas de marketing que têm sido adotadas por supermercados e estabelecimentos assemelhados", defendeu a deputada.

Ana Arraes observa que, na chamada `promoção relâmpago`, o produto é anunciado com grande desconto, mas o consumidor deve adquiri-lo em curtíssimo prazo, "no máximo cinco minutos".

Para ela, "esse tipo de promoção tende a fazer com que o consumidor fique ansioso e não verifique o prazo de validade do produto. Daí a necessidade de se colocar um cartaz adicional, porque o produto em promoção pode estar com o prazo de validade na iminência de vencer".

Tramitação
O projeto tramita em caráter conclusivo e ainda será analisado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ).

Notícias relacionadas:
Distribuidor poderá ser obrigado a recolher remédio vencido
Comissão rejeita nova regra para definição de validade de produtos
Comissão rejeita projeto que cria prazo de validade para capacetes

Reportagem - Rodrigo Bittar
Edição - Newton Araújo

(Reprodução autorizada desde que contenha a assinatura `Agência Câmara`)

Agência Câmara
Tel. (61) 3216.1851/3216.1852
Fax. (61) 3216.1856
E-mail:agencia@camara.gov.br

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.


Sua opinião sobre: PL 5257/2009

Íntegra da proposta