Acompanhe

CENTRO DE ESTUDOS E DEBATES ESTRATÉGICOS Palestra - 28/11/2019

Detalhes

Tema:
Atenção Primária à Saúde- embaixadas e organizações internacionais
Local:
Anexo II, Plenário a definir
Início:
28/11/2019 às 09h00
Término:
28/11/2019 às 11h33
Situação:
Encerrada
Informações:
56ª Legislatura - 1ª Sessão Legislativa Ordinária

Audiência do Grupo de Estudos ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE NO BRASIL
com representantes de embaixadas de países com sistemas universais de saúde e organizações internacionais de saúde

P A U T A
O estudo tem como objetivo avaliar a efetividade do modelo de atenção primária à saúde no Brasil. Assim, a proposta do estudo é debater formas de valorização do médico clínico no atendimento básico de saúde no Brasil e o impacto que o credenciamento de especialistas de fora do Sistema Único de Saúde (SUS) poderia ter no atendimento, a fim de torná-lo mais ágil. O documento "A relevância do diagnóstico clínico para uma ação eficaz na atenção básica de saúde", do Relator do estudo Deputado Dr. Luiz Ovando (PSL/MS), valoriza a figura do médico e a necessidade de "resgatar a credibilidade e conhecida eficiência do clínico", particularmente na elaboração de diagnóstico efetivo, e pronta terapia, evitando-se complicações, economizando recursos e dignificando a situação de usuários e profissionais de saúde. Contudo, tal atuação está ameaçada por barreiras a uma adequada relação médico/paciente. Muitos usuários do SUS não têm a oportunidade de serem atendidos continuadamente pelo mesmo profissional, além disso, há deficiências em programas de controle, por exemplo, de diabetes e hipertensão; de modo que a saúde está "urgencializada". Enfim, há necessidade de resgate de um atendimento ambulatorial resolutivo.

Desse modo, o problema a ser estudado pelo CEDES - Centro de Estudos e Debates Estratégicos da Câmara dos Deputados - relaciona-se a uma percebida baixa efetividade do modelo de atenção primária do SUS. Deseja-se, portanto, como objetivo geral, investigar qual a efetividade do modelo de atenção primária do SUS, comparando-o com outros sistemas universais de saúde, além de indicar meios para a ampliação de sua efetividade.

Assim, pretende-se ao longo do estudo descrever o modelo de saúde do Brasil, compará-lo com outros sistemas universais, mapear os gargalos para melhorar o desempenho do modelo brasileiro e propor alterações na esfera legislativa, executiva e instituições pertinentes.

Local: Sala de Reuniões da Mesa
Data: 28 de novembro de 2019 (quinta-feira)
Horário: 9h

RELATOR:
Deputado Dr. Luiz Ovando (PSL/MS)

PALESTRANTES CONVIDADOS:

Edson Correia Araujo, Economista Sênior do Banco Mundial
Arly Belas, Representante da Embaixada do Reino Unido
Esther Rosalen, Representante da Embaixada do Reino Unido
Fabio Lopes, Representante da Embaixada do Reino Unido