BARRETO PINTO

Biografia

Foto do(a) deputado(a) BARRETO PINTO PTB-DF
  • Profissões: Servidor público; Professor; Jornalista; Escritor; Advogado
  • Filiação: Adil Barreto Pinto e Maria Eugênia Barreto Pinto

Mandatos (na Câmara dos Deputados):

Deputado(a) Federal - PTB, Dt. Posse: 04/05/1935; Deputado(a) Federal - (Constituinte), DF, PTB, Dt. Posse: 05/02/1946; Deputado(a) Federal - DF, PTB, Dt. Posse: 01/02/1952;

Suplências e Efetivações:

Assumiu, como Suplente, o mandato de Deputado Federal, na legislatura 1951-1955, em 1 de fevereiro 1952, na vaga do Dep. Dauton Coelho, e no período 1954-1955.

Atividades Partidárias:

Um dos fundadores do PTB, 1945..

Atividades Parlamentares:

CÂMARA DOS DEPUTADOS - Legislaturas anteriores à 54ª:
COMISSÕES PERMANENTES: Serviço Público: Membro, 1946-1951.
COMISSÕES ESPECIAIS: Regimento Comum: Membro, 1946-1951.

Atividades Profissionais e Cargos Públicos:

Funcionário da Estrada de Ferro Central do Brasil, 1920; Secretário-Geral da Diretoria-Geral de Saneamento do Rio de Janeiro, 1922-1926; Chefe de Contabilidade da Assistência Hospitalar do Rio de Janeiro, 1926-1931; Diretor da Biblioteca da Câmara Municipal do Distrito Federal, 1932-1934; Oficial Distribuidor do 10º Ofício de Justiça, DF, 1935; Diretor das Companhias Carboníferas da Firma Martinelli, SC; Secretário do Presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Frederico de Barros Bareto; Presidente, Fundação Mauá; Secretário-geral da comissão artística e cultural do Teatro Municipal e chefe do Serviço de teatros e Diversões do Distrito Federal, 1953..

Atividades Sindicais Representativas de Classe Associativas e Conselhos:

Membro da Ordem do Advogados do Brasil; Membro da Associação Brasileira de Imprensa; Membro da SBAT e da A.B.C.D; Presidente da Fundação Rádio Mauá..

Estudos e Cursos Diversos:

Colégio Santo Ignácio e Pan-Americano, RJ; Bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais - Fac. de Direito da Universidade do Brasil, 1922..

Obras Publicadas:

Direito Eleitoral; A nova lei eleitoral; O mundo em cuecas, 1948..

Perdas de Mandato:

Após a Constituinte de 1946, teve seu mandato de Deputado Federal cassado por falta de decoro parlamentar, em virtude de ter sido fotografado de cuecas por repórteres da revista "O Cruzeiro", 1949.