Foto do(a) deputado(a) COUTO MAGALHÃES

COUTO MAGALHÃES

Biografia
  • Data de falecimento: 14/09/1898

Mandatos (na Câmara dos Deputados):

Deputado(a) Federal - MT, Dt. Posse: 17/12/1878.

Mandatos Externos:

Governador(a) , SP; Governador(a) , GO; Governador(a) , PA; Governador(a) , MT; Senador(a) , MT, Período: 1881.

Atividades Profissionais e Cargos Públicos:

Brigadeiro do Exército;
Conselheiro de Estado..

Atividades Sindicais Representativas de Classe Associativas e Conselhos:

Sócio: do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, da Associação Brasileira de Aclimação, e de outras associações de letras..

Estudos e Cursos Diversos:

Doutor em Direito, pela Faculdade de São Paulo..

Obras Publicadas:

Teses e dissertação, apresentadas à Faculdade de Direito de São Paulo, para obter o grau de Doutor, etc. São Paulo, 1860;
Os Goyanazes: conto histórico sobre a fundação de São Paulo, São Paulo, 1860;
Um episódio da história pátria (1720) - na Revista do Instituto Histórico, tomo 25, 1862;
Viagem ao rio Araguaia, contendo a descrição pitoresca deste rio, precedida de considerações administrativas e econômicas acerca do futuro de sua navegação, etc. Goiás, 1863;
Relatório dos negócios da navegação do Araguaia, de 01 de maio de 1869 a 01 de abril de 1870, Rio de Janeiro;
Dezoito mil milhas do interior do Brasil - Exploração das duas maiores bacias fluviais do mundo, do Amazonas e do Prata, o Levingstone brasileiro, Rio de Janeiro, 1872;
Ensaio de antropologia - Região e raças selvagens do Brasil: memória em que se estuda o homem indígena debaixo do ponto de vista físico e moral, e como elemento de riqueza e auxiliar para a aclimação do branco nos climas intertropicais, Rio de Janeiro, 1874;
Curso de gramática tupi, e vinte e três lendas ou contos indígenas com o original e tradução interlinear, de que se ocupou com aplauso o dr. Sylvio Romero no seu livro Poesia Popular;
Família e religião entre os selvagens, Rio de Janeiro, 1874;
O aprendiz de maquinista: ensino prático para uso e custeio de máquinas a vapor, acomodado à inteligência das pessoas de pouca instrução, Pará, 1873;
Memória sobre as colônias militares, nacionais e indígenas, Rio de Janeiro, 1875;
Trabalho preparatório para o aproveitamento do selvagem e do solo por ele ocupado no Brasil: O selvagem, Rio de Janeiro, 1876;
Memória apresentada à comissão superior da quarta exposição nacional, onde são discutidos os diversos problemas econômicos-sociais, que dependem do amansamento do selvagem no Brasil e em que se pede à comissão, em nome dos interesses futuros muito preponderantes do Império, que tome a si o recomendar o assunto à atenção das classes sensatas de nossa pátria - uma parte desta obra, Mitológica zoológica, foi assim publicada depois:
Contes indiens, recueillis par Mr. le General Couto de Magalhães et traduits par Emile Allain, Rio de Janeiro, 1882;
Sétima conferência para o tricentenário de Anchieta. Assunto: Anchieta, as raças e línguas indígenas, São Paulo, 1897;
Relatório dos negócios da província do Pará, Pará, 1864;
Revista da Academia de São Paulo: jornal científico, jurídico e histórico, São Paulo, 1859;
Tradução em tupo do auto de batismo de S. A. I. o Príncipe do Grão-Pará - na Reforma nº 276 de 10 de dezembro de 1875;
Anchieta. Conferência do tricentenário de Anchieta - no Jornal do Comércio de 24 de março de 1897.

Foi o redator do periódico: A Academia: jornal filosófico, jurídico e literário por acadêmicos de São Paulo, São Paulo, 1856..