TV Câmara

Participação Popular

Estreia: 23/09/2019 - 13h00

Violência sexual contra crianças e adolescentes

A cada hora, quatro meninas de até 13 anos de idade são estupradas no Brasil. Ocorreram mais de 66 mil registros policiais desse tipo crime em 2018, um aumento de 4% em relação ao ano anterior e maior índice desde que o estudo começou a ser feito em 2007. Esses números foram revelados recentemente numa pesquisa do Fórum Brasileiro de Segurança Pública. A maioria dos estupros foi cometido por pessoas com algum tipo de vínculo com as vítimas, sendo o agressor uma pessoa conhecida, que muitas vezes frequentava a residência, ou mesmo um parente próximo.

A violência sexual é ao mesmo tempo física e psicológica. Apesar de estupro ou tentativa de estupro ser cometido principalmente contra as meninas, mostrando que elas ainda são mais vulneráveis a esse tipo de crime, os meninos também são vítimas e a violência fica encoberta por omissões quando ocorre na comunidade.

O Participação Popular discute como perceber o abuso sexual e a importância da informação e das políticas de proteção da criança e da família para evitar esse tipo de violência e modificar a “cultura do estupro”, um termo definido pela ONU para abordar as maneiras em que a sociedade culpa as vítimas de assédio sexual e normaliza o comportamento sexual violento dos homens.

Convidados:
1 - Petrúcia de Melo Andrade: secretária nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos;
2 - Fernanda Falcomer: psicóloga, gerente da área que coordena as Ações de Enfrentamento à Violência sexual contra Crianças e Adolescentes da Secretaria de Saúde do DF;
3 - Ben-Hur Viza: juiz de Direito, titular do Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher do Núcleo Bandeirante (DF) e juiz coordenador do Núcleo Judiciário da Mulher do TJDF;

Por Skype (São Paulo): Cristina Neme, pesquisadora do Fórum Brasileiro de Segurança Pública

Por telefone (Recife-PE): deputado federal Fernando Rodolfo (PL-PE).

Assista e participe desse programa. Ele vai ao ar na segunda-feira, ao vivo, das 13h às 14h, na TV Câmara, no Portal Câmara Notícias e no canal da Câmara no YouTube.

Comentários e perguntas podem ser feitos pelo telefone 0800 619 619, pelo e-mail participacaopopular@camara.leg.br, pelo WhatsApp (61) 99620-2573, ou pelo chat do YouTube e Facebook da Câmara dos Deputados, que farão transmissão simultânea com a TV Câmara.

Participação Popular

O que o cidadão comum acha dos temas que o Congresso discute? Um programa de TV reúne, todas as semanas, populares, políticos e especialistas que dão uma visão particular sobre o que movimenta os debates parlamentares. É o Participação Popular, apresentado pelo jornalista Fabricio Rocha, onde erro médico, drogas, trânsito, questões trabalhistas, sexualidade, enfim, tudo pode ser discutido. Este programa dispõe de legenda oculta, na versão exibida na TV Câmara.

Estreia: segunda, às 13h. Reprises: segunda, 22h; quarta, à 1h e às 21h30; sábado, às 16h; domingo, às 10h.

NOSSAS REDES