Participação Popular

Programas da TV Câmara

Estreia: Invalid date

Crise nos presídios

O ano de 2017 começou com um cenário de tragédia nas penitenciárias. Quase 100 presos mortos em apenas uma semana na região Norte do país. Os episódios de Manaus e Roraima estão entre as maiores tragédias do sistema prisional brasileiro, só superadas pelo massacre do Carandiru, em São Paulo em 1992, com 111 mortos. Especialistas apontam que o que está acontecendo é um acerto de contas na briga entre facções rivais, que estariam disputando o comando da venda de drogas fora dos presídios.

Uma situação agravada pela superlotação dos presídios. Segundo o último balanço do Governo Federal , divulgado em 2014, o país tem por volta de 630 mil presos para 371 mil vagas. Praticamente todos os presídios brasileiros funcionam com um déficit de vagas. Amazonas, Rondônia, Tocantins e até o Distrito Federal são os mais problemáticos no momento.

Para o Governo, a solução passa pela construção de novos presídios. Já a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e integrantes do Supremo Tribunal Federal (STF) acham que é preciso ir além. E defendem uma mudança de estrutura, com políticas de ressocialização dos presos e separação entre presos de alta e baixa periculosidade. Mas, afinal, como resolver essa questão de segurança pública? Como evitar novas tragédias como a de Manaus, Roraima e Natal?

Esse é o tema do Participação Popular desta quinta-feira (19), que será transmitido ao vivo, a partir de 13h. Os convidados do estúdio são a professora de Direito Penal e conselheira da OAB-DF, Cristiane Damasceno; o consultor em segurança pública George Felipe de Lima Dantas; e o professor e pesquisador em Segurança Pública da Universidade Católica de Brasília (UCB), Nelson Gonçalves de Souza.

O líder do PTN, que foi presidente da Comissão de Segurança Pública, deputado Alexandre Baldy (PTN-GO), concede entrevista por telefone. E a Associação de Familiares de Internos e Internas do Sistema Penitenciário do DF e Entorno (Afisp) participa do programa direto do link ao vivo na região central de Brasília.

Participe também, envie sua pergunta pelo 0800 619 619, WhatsApp (61) 99620-2573, e-mail participacaopopular@camara.leg.br ou Twitter @participacaopop.

Apresentação - Fabricio Rocha
Participação Popular

O que o cidadão comum acha dos temas que o Congresso discute? Um programa de TV reúne, todas as semanas, populares, políticos e especialistas que dão uma visão particular sobre o que movimenta os debates parlamentares. É o Participação Popular, apresentado pelo jornalista Fabricio Rocha, onde erro médico, drogas, trânsito, questões trabalhistas, sexualidade, enfim, tudo pode ser discutido. Este programa dispõe de legenda oculta, na versão exibida na TV Câmara.

Estreia: segunda, às 13h. Reprises: segunda, 22h; quarta, à 1h e às 21h30; sábado, às 16h; domingo, às 10h.

NOSSAS REDES

MAIS CONTEÚDO SOBRE